Descubra os Alimentos que Grávidas NUNCA devem consumir

Estar grávida é o sonho de muitas mulheres, e quando este momento tão especial acontece, todas as mamães redobram seus cuidados para garantir uma gravidez saudável e, para que não faltem os nutrientes essenciais ao desenvolvimento do bebê. 

Agora, você sabia que tão importante quanto o que comer, é saber o que se deve evitar durante a gravidez? Sim, porque existem alimentos que nunca devem ser ingeridos. 

Para lhe ajudar a não correr riscos, a equipe do Plano de Saúde Populares preparos uma lista com os alimentos que uma grávida nunca deve consumir. Confira. 

Veja também tudo o que você precisa saber sobre Parto Humanizado e a diferença entre este procedimento e o parto normal.

Lista dos Alimentos que grávidas NUNCA devem consumir

Alimentos proibidos para grávidas

Peixes crus e carnes mal passadas

Uma grávida não deve comer peixes crus, caso do sushi, ou carnes mal passadas, porque esses alimentos podem estar contaminados com a listeria, uma bactéria que pode causar abortos ou partos prematuros. 

Além disso, o consumo de peixes, no geral, deve ser feito com moderação, mesmo os que não são crus. Isso porque ele pode afetar o desenvolvimento do cérebro e o sistema nervoso do bebê

Ovos crus

O consumo de ovos crus ou mal passados também deve ficar de fora do cardápio de uma grávida, porque esses alimentos podem conter a salmonella, bactéria causadora de diarreias graves, vômitos, febre e, em alguns casos, a morte. 

Por isso, é fundamental evitar também o consumo de sobremesas, molhos e temperos caseiros que utilizem ovos crus em sua preparação, como maionese caseira ou molho Caesar. 

Leite não pasteurizado

A grávida deve evitar tomar leites não pasteurizados, como aqueles vindos diretamente de sítios ou fazendas, pois essas bebidas contém um número elevado de bactérias que causam infecções intestinais, diarreias e mal estar. 

O recomendável é sempre priorizar o consumo de leites pasteurizados ou leite UHT, que foram submetidos a tratamentos em temperaturas elevadas, eliminando micro-organismos presentes nos alimentos. 

Queijos pastosos e não pasteurizados 

Os queijos pastosos, como brie, camembert, gorgonzola e danish blue, além de conter muita água, pode estar contaminados com a bactéria listeria. Ao entrar no organismo, essa bactéria pode causar dores de cabeça, tremores, convulsões e meningite, afetando também o sistema nervoso do bebê e, em casos graves, levando à morte. 

Frutas e legumes mal lavados

Sabia que consumidor frutas e legumes mal passados pode levar à contaminação por toxoplasmose? Essa doença, para uma grávida, é muito perigosa, pois pode causar aborto, parto prematuro, malformações e a morte do bebê. 

Então, ao consumir vegetais, garanta que eles estejam bem lavados antes da ingestão. Evite comer vegetais crus fora de casa. 

Atum em lata

Durante a gravidez, alguns peixes, como o atum, cavala, peixe-espada, cação e garoupa devem ser evitados porque contém altos níveis de mercúrio. Esse metal pode prejudicar o desenvolvimento do sistema nervoso do feto. 

Ao invés destes, prefira opções como a sardinha, a truta, o arenque, a pescada, a cavalinha e o atum de viveiro, opções mais seguras para a saúde da mãe e do bebê. 

Bebidas alcoólicas

Fechando nossa lista estão as bebidas alcoólicas. A grávida não deve ingerir esse tipo de bebida porque o álcool se acumula no organismo do feto, já que ele não é capaz de eliminar essa substância. 

Como efeito, podem ocorrer desde o parto prematuro até o atraso no crescimento ou malformações cardíacas. 

Agora que você já sabe quais alimentos você deve evitar, aproveite para tirar todas as suas dúvidas sobre a Trombofilia durante a gravidez.

Além disso, garanta saúde e proteção para você e o seu bebê. Faça agora mesmo uma cotação gratuita com a equipe do Plano de Saúde Populares e tenha atendimento nos melhores hospitais.

Simulação por WhatsApp

Receba tabelas de planos de saúde por WhatsApp

Simulador Ligar